O poder do autoconhecimento para o atingimento das metas

interrogacao

Apesar de espiritualidade e ciência caminharem juntas, elas não devem ser consideradas uma coisa só. Costuma-se dizer que a ciência trata de conhecimento e a espiritualidade, autoconhecimento.

Resolvi então tratar separadamente de cada uma delas e assim poderemos entender melhor como elas influenciam diariamente em tudo o que fazemos, por mais que, na maioria das vezes não tenhamos consciência disso.

Falaremos hoje da influência da espiritualidade (autoconhecimento) em tudo o que fazemos e o poder que isso tem nos momentos que precisamos tomar qualquer decisão.

 

William Shakespeare já dizia (e com extrema razão) que de todos os conhecimentos o mais sábio e útil é conhecermos a nós mesmos.

O autoconhecimento é uma ferramenta fundamental para conseguirmos traçar e atingir nossas metas, objetivos e concretizar nossos desejos pessoais.

Diariamente nos deparamos com mudanças em nossas vidas profissionais e pessoais buscando satisfação pessoal e para nossos entes queridos. E antes mesmo de sair em busca da realização de “nossas vontades”, precisamos entender qual o real motivo, o real objetivo para estarmos interessados nelas. O autoconhecimento se encarrega de apresentar em detalhes não só o que queremos, mas por que queremos. E isso vai aumentar muito as chances de continuarmos em busca do pote de ouro no final do arco-íris, sem desistir no caminho.

Existe uma grande dificuldade de nós, seres humanos entendermos nosso eu interior. Normalmente achamos que nos conhecemos e que sabemos tudo sobre nós mesmos, mas na verdade nunca paramos para refletir profundamente sobre isso.

Não paramos para avaliar quais as nossas características que irão ajudar e quais irão prejudicar no atingimento de nossas metas. É esse pensamento consciente que contribui para a realização das metas das pessoas de sucesso. Elas tem sim muitos pontos fracos, porém conseguem ver claramente quais são e o que fazer neutralizar, ou pelo menos reduzir a influência deles na realização de suas metas e busca pelos seus objetivos.

Para quem entende a necessidade do autoconhecimento, porém não sabe nem por onde começar para desenvolver esse lado, vale utilizar de ferramentas simples disponíveis atualmente para ajudar a trilhar um caminho menos tortuoso, principalmente no início desse processo.

Citarei aqui 3 das melhores e mais simples ferramentas que poderão ajudar, se utilizadas da maneira correta:

1 – Quem sou eu

Essa pergunta, por mais simples que pareça, é a base de todo o autoconhecimento. É fato também que você nunca terá a resposta 100% finalizada. Pois ela revelará quem você é e onde quer chegar. No momento em que você descobrir que você é, já estará próximo ao seu objetivo e isso vai mudar quem você é. Por isso essa será a pergunta que você fará a você com frequência, antes de traçar suas metas.

Na prática, preencha em uma folha sulfite como você se vê hoje (quem você é), em outra, preencha como você quer ser visto (quem você quer ser) e em outra o que você fará para alcançar esse objetivo. Você verá que muitos dos seus desejos não estarão na sua lista. Ou seja, não são tão importantes para você como você achava que fossem antes de fazer essa análise.

2 – Linha da vida

Trace uma linha e nela marque um ponto no centro que representará o presente: Você no presente (hoje). Após isso, do lado esquerdo comece a enumerar momentos passados na sua vida. Dessa forma você saberá o que é mais relevante para você, saberá o que fez você se tornar o que é hoje. Com base nisso você saberá o que colocar do lado direito (objetivos do futuro) e o que fazer para atingir esses objetivos. Tudo ficará mais claro utilizando a ferramenta linha do tempo.

3 – Diário de emoções

Procure sentir e refletir com frequência sobre suas emoções. Ao escutar suas emoções, muito será revelado a você sobre você mesmo. Esteja consciente sobre seus pensamentos e sentimentos e com o tempo conseguirá controla-los e fazer com que contribuam para a vida que você deseja ter.

“A chave para gerenciar os outros de maneira efetiva é aprender a se gerenciar primeiro.(Weisinger)